adao

Data do Comunicado de Imprensa: 25 de Março de 2019

 

A Organização de Consciencialização sobre a Asbestose (ADAO) Lança a 15ª “Semana Global Anual de Consciencialização sobre o Amianto”, que terá lugar de 1 a 7 de Abril de 2019

Traduzida em seis línguas diferentes, a campanha deste ano alarga o seu âmbito ao trabalho virado para um futuro global livre de amianto

 

Washington DC, EUA — 25 de Março de 2019. A Organização de Consciencialização sobre a Asbestose (ADAO), uma organização independente sem fins lucrativos dedicada à prevenção da exposição ao amianto, anunciou o lançamento da 15ª ‘Semana Global Anual de Consciencialização sobre o Amiantoʼ (GAAW), que terá lugar de 1 a 7 de Abril de 2019.

 

A Semana Global de Consciencialização sobre o Amianto é dedicada à consciencialização e prevenção, sendo apresentados, em cada um dos dias, recursos didáticos de organizações de referência, blogs convidados, vídeos e histórias de vítimas do amianto. A semana culmina a 7 de Abril, com uma vigília à luz de velas online à escala mundial.

 

Baseando-se na força e na colaboração, este ano a Semana Global de Consciencialização sobre o Amianto incidirá na:

  1. Proibição da mineração, produção e utilização do amianto
  2. Prevenção da exposição ao amianto
  3. Aumento do cumprimento e da aplicação das leis e regulamentos em vigor
  4. Fortalecimento das parcerias internacionais

 

Este ano, a GAAW apresentará novamente o vídeo animado de anúncio de serviço público (PSA), com uma duração de 30 segundos, intitulado: Amianto: O Assassino Invisível,” que capta a trágica realidade sobre o amianto mortal. Recorrendo a uma animação desenhada à mão da autoria de Chocolate Moose Media (CMM), o PSA revela como uma menina perdeu o pai, afetado por uma doença causada pelo amianto, dando destaque às insidiosas e praticamente invisíveis fibras. Além do Inglês, o PSA está disponível em cinco outras línguas— Russo, Hindi, Português, Francês e Espanhol — de modo a chegar a novos públicos, especialmente em nações que continuam a extrair, usar e exportar amianto. Encontra-se igualmente disponível num formato acessível a partir de um smartphone.

 

“Estamos entusiasmados por fazer chegar as nossas mensagens pedagógicas a um público ainda mais vasto através da colaboração, uma vez mais, com a McOnie, uma agência de relações públicas galardoada sedeada no Reino Unido, que expande a nossa capacidade de fazer passar as nossas mensagens globalmente,” disse Linda Reinstein, viúva de alguém falecido na sequência de um mesotelioma e co-fundadora da ADAO. “A verdade pura e simples é que o amianto mata e a prevenção continua a ser a única cura. As doenças causadas pelo amianto, como o mesotelioma, podem levar anos, ou mesmo décadas, a matar, mas o risco escondido das fibras de amianto apenas demora uns instantes a dar a conhecer.”

 

O amianto é um conhecido carcinogéneo e não há um nível seguro de exposição. Desde o século XIX, o amianto tem vindo a ser amplamente utilizado na construção civil, construção naval e na indústria automóvel. Na ausência de uma proibição, o amianto mantém-se legal e letal. Cerca de 200.000 pessoas morrem todos os anos na sequência de doenças evitáveis causadas pelo amianto.

 

Desde a sua fundação, em 2004, a ADAO vem trabalhando com o Senado norte-americano para fazer aprovar por unanimidade quinze Resoluções saídas da Semana de Consciencialização sobre o Amianto, tendo garantido cinco avisos sobre o amianto por parte do Diretor-Geral de Saúde dos EUA, num esforço para prevenir a exposição e para ajudar a eliminar as doenças mortais causadas pelo amianto.

Para mais informações, vá até www.asbestosdiseaseawareness.org.

###

 

Sobre a Organização de Consciencialização sobre a Asbestose

A Organização de Consciencialização sobre a Asbestose (ADAO) foi fundada por vítimas do amianto e suas famílias em 2004. A ADAO é a maior organização sem fins lucrativos nos EUA a dedicar-se a dar às vítimas do amianto e aos cidadãos preocupados uma voz unida através das nossas iniciativas educativas, de sensibilização e comunitárias. A ADAO procura alertar a consciência do público para os perigos da exposição ao amianto, defender a sua proibição e proteger os direitos civis das suas vítimas.

 

Contacto para os Meios de Comunicação:
Kim Cecchini
(202) 391-5205

kim@asbestosdiseaseawareness.org